Notícia

Sessões de “Frozen – Show Musical” lotam o Trianon; em cena três campistas

Atores campistas Júlia e Lívia Bravo e Heitor Mota estavam no elenco da montagem e viveram a emoção de se apresentar em sua terra.

A história das irmãs Elsa e Anna, que encanta crianças e adultos em todo o mundo, ganhou forma no espetáculo “Frozen – Show Musical”, apresentado neste final de semana no Teatro Municipal Trianon, lotando suas três sessões. Três atores do espetáculo que está em cartaz no Teatro Vannucci, no Rio, são campistas e viveram a emoção de se apresentar em sua terra. O evento teve o apoio cultural da Prefeitura de Campos, por meio da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), sendo prestigiado por sua presidente, Auxiliadora Freitas.
A criançada ficou atenta aos detalhes da história de Elsa e Ana. Elsa nasceu com um dom especial de criar gelo e neve e, após condenar o reino de Arendelle a um inverno eterno, a jovem fugiu e se escondeu em um castelo de gelo. Anna lutou trouxe Elsa de volta, vivendo muitas aventuras e mostrando o amor por sua irmã. O espetáculo foi encenado pelos atores Lean Braga, Heitor Mota, Lívia Bravo, Júlia Bravo, Pedro Francisco e Hélio Amaral, com direção de produção de Adriana Goulart.
CAMPISTAS EM CENA – Nascidos em Campos, Heitor Mota, de 27 anos, e as irmãs Júlia e Lívia Bravo, de 26, viveram neste sábado a emoção de pisar novamente no palco do Trianon. Eles foram alunos do Curso Livre de Teatro da FCJOL, no qual começaram suas carreiras, hoje trilhadas no Rio de Janeiro.
“Fomos alunas da primeira turma do Curso Livre de Teatro, em 2009. Durante todo o tempo em que participamos do projeto, mudamos nossas vidas e decidimos nos dedicar ao teatro, buscando a formação superior pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), com Bacharelado em Atuação Cênica. Pisar no palco onde começamos nossas carreiras, em 2009, com ‘Tribobó City’, nos fez relembrar recordações incríveis. Levar um espetáculo ao nosso município é uma forma de agradecer por tudo aquilo que aprendemos no Curso Livre”, observou Júlia Bravo.
“Ver o brilho de Heitor, Júlia e Lívia em cena, nos deixa certos da importância do Curso Livre de Teatro. As carreiras deles são bons exemplos da importância da perseverança de quem sonha em fazer teatro e busca, em nosso curso, a descoberta da magia dessa arte. Ver a Plateia Dom Américo lotada, nas três sessões, foi, seguramente, um momento que eles jamais irão esquecer”, avaliou a presidente da FCJOL, Auxiliadora Freitas.

Compartilhar:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin